Mudo

Escolhi desconstruir a memória do que sabia de mim, já era hora, vinha a tona e ia, pelas bordas, trazendo o acaso, e no ralo iam os cabelos cacheados, a renovada verdade no espelho, o toque do desespero, me vi, parado, em ecstasy, viciado, o sapato apertado, muitos passos atrasado, como pude ter ficado, exatamente do lado direito, perdido, desencadeado, no canto, apertado, esperando acelerar, tecendo surtir, torcendo sentir, pobre vertebrado, não se move, entalado, se desafia, trato é trato, ora liberdade, reza, inseguro na pressa, em cima do muro, sai do casulo, é chão demais a andar de lado, prende-se ao casaco, sente o frio entrar, senta-se a esperar, intacto, a consequência do impacto, já era hora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s