Resignificar-se

O placebo funcionou. Todos sentiam-se diferentes, mesmo sem saber o porquê. Era como se a frente não houvesse mais da nobre experiência cíclica do tempo, como se de alguma forma as luzes refletidas na água, os pulos ritmados, as flores, a contagem e os abraços tornasse o ser nulo e da nulidade o fizesse novo, completando a busca pela fuga de si. Premeditado surge o ser compromissado, faz-se planos de um futuro utópico, mas visionário. Contudo no final do dia todos voltam, rotina, batem as portas, tiram o calçado e ainda desnorteados reiniciam a contagem do ano calendário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s